Segunda, 25 Setembro 2017

Festa de despedida na Suíça - Casal Martin "De Volta Ao Aconchego" do Brasil

Por Helen D. Garrido - Jornal Perfil

Para ver as fotos clique aqui.

Odília Businger, de Solothurn organizou uma festa de despedida para Ednee, a Néia, com a colaboração de vários outros amigos. Foi no final de setembro que todos se reuniram no CEVI, Centro Cultural da Prefeitura de Ofitringen/AG. A festa teve como tema "DE Volta Para O Meu Aconchego", isto porque Néia está de volta para o Brasil depois de 17 anos vivendo na Suíça com seu marido Werner Martin, suíço nascido no Estado de Berna. Ambos estão animados com a mudança de país. E com uma despedida festiva a alegria é maior ainda.

O ponto mais emocionante do evento foi quando Jefinho Araujo cantou a música tema da festa: "Estou De volta para o meu aconchego", que marcou época na voz de Elba Ramalho e Dominguinhos no acordeon. Esse momento tirou suspiro de todos os presentes, e fez Néia chorar emocionada de deixar tantos amigos e uma história de vida na Suíça. Também deram um show musical a dupla Claudio e Susanne Tolaini, ele no violão e ela no violino, que encantaram o público, ainda mais quando tocaram "Garota de Ipanema", de Tom Jobim.

IMG 1593  IMG 1563

 A amiga Odília estava feliz com o número de pessoas e o evento em si, diz ela: "Todos os amigos de Néia queriam fazer uma despedida para ela e como ela não tinha muito tempo sobrando,decidi fazer algo para reunir todos. E aí está uma festa linda! Todos colaboraram, até em trazer o Jefinho Araújo, que é um super cantor. Eu nem esperava tanto foi além das minhas expectativas. Uma festa especial para uma pessoa especial, Néia vai deixar muita saudade."

E Néia o que tem a contar sobre sua "volta ao aconchego brasileiro" deixando pra trás a Suíça?: "Eu estou indo para o Brasil com o meu marido que está aposentado. Estou casada ha 17 anos e vivemos na Suíça momentos bons e ruins, mas agora vamos ver o que nos espera morar no Brasil. Foi de comum acordo, nós dois chegamos a esta conclusão de irmos embora e começar uma vida nova. Vou deixar até meu trabalho numa firma que presto serviços há 8 anos na áreaa de limpeza. Vamos morar na Região dos Lagos, perto de Cabo Frio e Búzios, no Rio de Janeiro. Vou estar perto do meu filho, neta, da minha família, que é o principal na nossa vida. Estou voltando porque perdi uma grande amiga e isso mecheu muito comigo e também porque é o meu Brasil, minha patria."

Seu marido Werner já trabalhou com eletromecânica, ele fala um pouco de português e expressou sua motivação com a mudança de país. O casal se anima em ir ao Brasil e vão de coração aberto para casa que compraram por lá.

Quanto a festa de despedida Néia diz:"Eu mesma não iria fazer uma festa de despedida, mas tenho amigas que planejaram esta tarde de alegria, esse encontro de brasileiras. Cada um trouxe algo. Foi surpresa para mim, porque eu não esperava. Quem organizou foi a Odília."

Hoje Odília e suas amigas voltam à vida normal na Suíça, enquanto o casal Martin começa uma nova aventura, provavelmente retirando sua mudança do contêiner e pondo em prática seus primeiros planos de viver no Brasil. Mas levam nessa mudança a lembrança e o calor dos amigos que deixaram no velho continente, marcado pela festa feita com muito carinho na Suíça, com o desejo sincero de que o casal seja feliz "de volta para seu aconchego".

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.